TELEFONIA

Inobservando o dever de cautela imposto pelo Código de Defesa do Consumidor, as empresas de Telefonia praticam reiteradas condutas em desacordo com as normas vigentes, condutas estas que não respeitam direitos adquiridos, casando diversos tipos prejuízos e danos aos consumidores.

 

Diante de tal situação e frente a hipossuficiência do consumidor que se encontra em situação de impotência ou de inferioridade na relação de consumo, criou-se a legislação vigente para que direitos e garantias sejam respeitados e assegurados.

 

Entre as mais reiteradas reclamações junto ao Judiciário e aos PROCONS, menciona-se:

Precisa de Ajuda?
Entre em contato